Minas flutuantes da 2ª Guerra Mundial começam a ser retiradas

A Capitania dos Portos de Alagoas dará início hoje à remoção de seis minas flutuantes usadas na 2.ª Guerra Mundial e encontradas em Maragogi, a 131 km de Maceió. Às 13h30, serão removidos dois artefatos na Praia do Antunes - os demais estão na orla marítima e no centro. A cada remoção, moradores devem deixar as casas por três horas.

Ricardo Rodrigues / MACEIÓ, O Estado de S.Paulo

06 de outubro de 2010 | 00h00

As primeiras minas foram localizadas em maio na região central de Maragogi por operários do serviço de saneamento. Estavam enterradas em diferentes pontos e teriam sido arrastadas ao continente ao longo dos anos pelas correntes marítimas.

Segundo a Marinha, depois da primeira mina descoberta, outros seis artefatos foram localizados. Um chegou a ser detonado em trecho de praia deserta. Mas o grande impacto assustou moradores e causou pequenos danos em casas ao redor. A remoção deverá ser concluída até sexta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.