Milícias miram grupo de acesso

Órgãos de investigação da polícia monitoram as investidas de milícias para tomar conta de escolas de samba menores e do Grupo de Acesso carioca - a segunda divisão do carnaval do Rio. A Renascer de Jacarepaguá, por exemplo, recém-promovida ao Grupo Especial, é presidida pelo policial civil Antonio Carlos Salomão e fica localizada em uma região apontada pela polícia como um dos principais redutos de milicianos. / A.J.

O Estado de S.Paulo

19 de fevereiro de 2012 | 03h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.