Microônibus desgovernado invade casa e fere 4 em SP

Feridos estavam no veículo que chegou a arrastar um outro carro por cerca de 10 metros

Ricardo Valota, do estadão.com.br; e Andressa Zanandrea, do Jornal da Tarde,

29 de julho de 2008 | 03h31

Um microônibus invadiu uma casa na Rua Major Angelo Zanchi, na Penha, zona leste da capital paulista, após bater em um veículo, por volta das 22 horas desta segunda-feira, 28. Quatro pessoas ficaram feridas. O coletivo do Consórcio Aliança Paulistana, que fazia a linha Jardim do Castelo/Metrô Penha, seguia em alta velocidade quando o motorista Valdecir Rodrigues perdeu o controle do veículo e atingiu um Toyota Corolla azul, que estava estacionado e foi arrastado por cerca de 10 metros. O barulho gerado pelo impacto acordou a doméstica Eusilene Gomes de Paula, 27 anos, que dormia com uma criança de 2 anos na casa que acabou sendo invadida pelo microônibus. A outra criança, 8 anos, jantava na cozinha. Ao ouvir o estrondo, Paula levantou e puxou o filho. No momento em que o coletivo invadiu o quarto, o outro filho de Eusilene também já estava ao lado da mãe. A casa ficou completamente destruída, mas a família saiu ilesa. O motorista, a cobradora Laudicéia Bezerra da Costa e duas passageiras foram encaminhados ao pronto-socorro do Tatuapé, mas já estão fora de perigo. O delegado do 10º Distrito Policial, da Penha, onde o acidente foi registrado, autuou Rodrigues por lesão corporal culposa e pedirá uma perícia extra para que os freios e a suspensão do microônibus sejam avaliados para esclarecer a causa do acidente.

Tudo o que sabemos sobre:
acidentetrânsitomicroônibus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.