Microcrônicas Paulistanas

[1]

*Marcelino Freire, O Estado de S. Paulo

24 Janeiro 2011 | 23h00

LEI

No bar em que aconteceu a chacina, também é proibido fumar.

 

[2]

TRÂNSITO

O problema não é o número de carros, é o número de concessionárias.

 

[3]

BELAS ARTES

Rezo para que não vire uma igreja.

 

[4]

TRABALHO

São Paulo é uma cidade que acorda, não é uma cidade que amanhece.

 

[5]

NATUREZA

Na cidade o que mais tem é planta. De prédio.

 

[6]

SARAU NA PERIFERIA

Marginal, não. Poeta.

 

[7]

CRIME

Mortos de pancadas de chuva.

 

[8]

HELICÓPTERO

Qual hora caiu um em cima de um motoboy.

 

[9]

FOGO

Apagaram a favela.

 

[10]

POESIA CONCRETA

No meio do caMINHO umMINHOcão.

 

[11]

FRIO

Ele diz que ama São Paulo. Mas só quer sexo.

 

*MARCELINO FREIRE é escritor, autor, entre outros de 'Contos Negreiros' (Editora Record). Em 2004, idealizou e organizou a antologia 'Os cem menores contos brasileiros do século' (Ateliê Editorial). Nasceu em 1967 em Sertânia-PE. Vive em São Paulo desde 1991. Também escreve microcontos no twitter.

Mais conteúdo sobre:
aniversário SP 457 anos SP especial

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.