Metroviários de São Paulo podem parar na segunda-feira

Funcionários ameaçam entrar em greve devido ao não pagamento da Participação dos Resultados

Solange Spigliatti, estadao.com.br

27 Fevereiro 2009 | 08h14

Os metroviários ameaçam fazer uma paralisação na próxima segunda-feira, 2, segundo o sindicato da categoria. O motivo é o não pagamento da Participação dos Resultados (PR) para os funcionários.   Segundo o Sindicato dos Metroviários de São Paulo, a Secretaria da Fazenda do Governo do Estado não autorizou a liberação da verba para efetuar o pagamento da PR.   Uma assembleia será realizada às 18h30 desta sexta-feira, 27, na quadra do Sindicato, para avaliar formas de pressionar o governo do Estado a cumprir o acordo firmado com a categoria, não descartando a realização de uma greve a partir de segunda-feira.   A categoria metroviária deveria receber a sua PR até o dia 28 de fevereiro, conforme a cláusula 3ª do Acordo Coletivo dos metroviários, assinado no dia 7 de agosto de 2008, bem como correspondência enviada pela Cia. confirmando que os metroviários atingiram todas as metas estipuladas.   De acordo com o sindicato, às vésperas da data marcada, a gerência de Recursos Humanos do Metrô informou ao Sindicato que o acordo não será cumprido, pois a Secretaria da Fazenda estadual não autorizou a liberação de verba.

Mais conteúdo sobre:
Metrôtransportes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.