Metrô vai cooperar com investigações sobre Alstom

Empresa é acusada de fraudar licitações sobre de compra de equipamentos para as obras de expansão

Elizabeth Lopes - estadao.com.br,

07 de maio de 2008 | 14h17

O governador de São Paulo, José Serra, afirmou nesta quarta-feira que o Metrô está disposto a cooperar com qualquer tipo de investigação a respeito do suposto pagamento de propinas, por executivos da empresa francesa Alstom. As acusações se referem a uma suposta fraude nas licitações de compra de equipamentos para as obras de expansão das linhas de transporte público na capital paulista. "O metrô está disposto a cooperar com qualquer investigação que seja feita", disse o governador, na Secretaria Estadual de Cultura, após anunciar a Segunda Virada Cultural em 19 cidades do interior paulista. A denúncia de que a Alstom teria subornado a empresa para vencer as concorrências para a execução das obras no período entre 1995 e 2003 foi publicada na edição desta terça-feira, 6, do Wall Street Journal. O governador paulista disse também que a iniciativa de se colocar à disposição para quaisquer esclarecimentos partiu do próprio Metrô. Nessa terça, a companhia divulgou nota oficial declarando que tomou conhecimento do caso por meio da imprensa. "Tão logo haja informações relevantes a respeito do assunto, estas serão tornadas públicas", afirmou. 

Tudo o que sabemos sobre:
José SerraMetrôlicitaçãoAlstom

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.