Metrô-SP lança bilhete para marcar os 40 anos da sua fundação

Verso de 1 milhão de bilhetes unitários terão imagens do primeiro trem, em 72, ou da estação Alto do Ipiranga

Elvis Pereira, estadao.com.br

21 de agosto de 2008 | 16h07

O Metrô começará a vender nesta sexta-feira, 22, a edição do Bilhete Magnético Unitário lançada para marcar os 40 anos da fundação da companhia. O lote tem 1 milhão de bilhetes, cujo verso imagens como a do teste do primeiro trem, em 1972, da presença de autoridades durante o evento realizado em 1984 para celebrar 10 anos de operação comercial e da inauguração da estação Alto do Ipiranga, em 2007.   O bilhete, que custa R$ 2,40, poderá ser comprado em todas as estações das 4 linhas. Quando for utilizado, ele será recolhido normalmente pelas catraca. A Gerência de Operações Financeiras do Metrô estima que o lote de um milhão de bilhetes seja vendido em até cinco dias.   Segundo a assessoria de imprensa do Metrô, os novos bilhetes só terão uma "mudança gráfica para comemoração dos 40 anos" e que serão apenas unitários. Antes da integração do Bilhete Único ao Metrô, eram vendidos também os bilhetes múltiplos, válido para duas ou dez viagens.   Mas depois disso e da alta utilização da integração, que baratea a viagem, desde que seja usado também no ônibus, eles saíram de circulação, já que o Bilhete Único passou a ser mais utilizado. Conforme a empresa, o bilhete integrado corresponde a 70% das passagens utilizadas na companhia.

Tudo o que sabemos sobre:
Metrô40 anos do Metrôbilhetes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.