Metrô nega fechamento de Estação Itaquera em dias de grandes eventos

Em nota, companhia afirma que há espaço suficiente entre estádio e estação para dispersão segura de torcedores

estadão.com.br

01 de junho de 2012 | 11h23

São Paulo, 1 - O Metrô negou, em nota divulgada nesta sexta-feira, 1, que as estações Corinthians-Itaquera ficará fechada em dias de jogos e eventos musicais. 

Segundo a nota, a estação Corinthians-Itaquera, na zona leste de São Paulo, não fechará em dias de jogos, pois fica a cerca de 400 metros do estádio Itaquerão, espaço suficiente para o público que irá assistir aos jogos seja diluído pelo caminho e consiga entrar e sair da arena com segurança.

Ao jornal Folha de S. Paulo, Mauro Biazotti, diretor de planejamento do Metrô de São Paulo, afirmou que o fechamento é uma "recomendação da Polícia Militar, por questões de segurança".

Já a estação Morumbi, do monotrilho da linha 17, na zona sul da capital paulista, que deverá ser inaugurada em 2015, fica a 100 metros do estádio do Morumbi, e poderá, seguindo sempre as recomendações da Polícia Militar, ser fechada ou não.  À Folha, o diretor também afirmou que a estação fecharia em jogos e eventos.

 Abaixo a íntegra da nota:

"A Estação Corinthians-Itaquera não fechará em dias de jogos. Diferente do que foi publicado nesta sexta feira, 01/06, no jornal Folha de S. Paulo, a Estação Corinthians-Itaquera não fechará em dias de jogos. Suas dimensões e distância do futuro estádio 'Itaquerão' são suficientes para atender com segurança a demanda de usuários prevista para os eventos.

A estratégia de fechamento de estações do Metrô em grandes concentrações, como em eventos na Avenida Paulista, atende a recomendações da Polícia Militar para assegurar a melhor diluição do fluxo de pessoas e garantir a segurança dos usuários."

Tudo o que sabemos sobre:
metrô

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.