Metrô esclarece que não houve falha técnica na Linha Vermelha

Segundo companhia, camisa foi encontrada em uma das portas de último carro de composição

21 de setembro de 2010 | 19h57

SÃO PAULO - A assessoria de imprensa do Metrô de São Paulo divulgou na noite desta terça-feira, 21, uma nota esclarecendo que "não houve falha técnica de qualquer natureza, seja dos trens, dos equipamentos de via ou mesmo de energia elétrica" no incidente ocorrido nesta manhã na Linha 3 - Vermelha.

 

Veja também:

linkGovernador promete investigação policial para falhas no Metrô

linkFalha no metrô afeta mais de 200 mil usuários

linkFalta de informação deixa milhares sem saber o o que fazer

linkUsuários relatam que passaram horas presos em trens

linkEm manhã de caos, zona leste concentra lentidão

mais imagens Galeria de fotos da manhã caótica

 

A companhia reafirmou que encontrou uma camisa em uma das portas do último carro da composição 309 e reafirmou que não são comuns ocorrências desta natureza, em que a maioria dos trens teve os "botões-socos" acionados, impedindo a circulação de trens.

 

Segundo a nota, todas as ações e orientações tomadas pelo Centro de Controle Operacional (CCO) tiveram objetivo de preservar a segurança do usuários como, por exemplo, a necessidade de desenergizar a linha, após confirmada presença de usuários na via.

 

Ainda segundo o Metrô, o procedimento é obrigatório nestas situações e prevalece sobre quaisquer outras ações operacionais, mesmo que implique paralisação da circulação de trens.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.