ERNESTO RODRIGUES/ESTADÃO
ERNESTO RODRIGUES/ESTADÃO

Metrô diz que 31,2 km de vias e 26 estações estarão em construção

Empresa afirma que terá início também a perfuração da Linha 6; CPTM informa que serão reconstruídas 18 paradas

Caio do Valle, O Estado de S. Paulo

26 Dezembro 2014 | 03h00

O Metrô informou, por meio de nota, que as duas estações já entregues na Linha 15-Prata passarão a funcionar integralmente em 2015. Para o mesmo ano, a empresa promete o início das perfurações da Linha 6-Laranja (entre a Vila Brasilândia, na zona norte, e São Joaquim, na região central) e a obra da extensão da Linha 2-Verde, entre a Vila Prudente e a Dutra, em Guarulhos. “Além disso, mais 31,2 km de vias e 26 estações estarão em construção com o início das obras das Linhas 2 (prolongamento) e 18, que ligará São Paulo ao ABC”, afirma o texto.


A CPTM, por sua vez, informou que, além da entrega das três estações renovadas, em 2015 “terão início as obras de construção da nova Estação União de Vila Nova, na Linha 12, e a reconstrução de 18 estações, além da implementação de um terminal de ônibus metropolitano, em Franco da Rocha”. A reconstrução das paradas está orçada em R$ 590 milhões, verba que virá do governo federal, “que, até o momento, não definiu a data de repasse”.

A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) também planeja entregar em março “a primeira fase do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) da Baixada Santista”, que “terá 11 km de extensão e ligará São Vicente (Barreiros) ao Porto de Santos”. A segunda etapa terá 8 km e unirá Conselheiro Nébias e Valongo, em Santos.

Mais conteúdo sobre:
São Paulo Geraldo Alckmin Metrô CPTM

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.