Metalúrgicos bloqueiam Avenida Paulista, sentido Consolação

Protesto cobra melhores salários e reúne, segundo a Polícia Militar, 3500 pessoas

Bruno Ribeiro, Julia Affonso, O Estado de S. Paulo

06 de junho de 2014 | 12h19

Atualizado às 15h20

SÃO PAULO - Uma protesto de metalúrgicos e funcionários da construção civil, com apoio da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e da Força Sindical, reuniu cerca de 3.500 pessoas na Avenida Paulista nesta sexta-feira, 6, na região central de São Paulo. Os manifestantes se dirigiram à unidade do Banco Central do Brasil, no número 1804 da Paulista, e reivindicavam melhores salários. Segundo a Polícia Militar, o ato foi pacífico.

Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o protesto se iniciou às 9h e bloqueou totalmente a via no sentido da Rua da Consolação. Por volta das 12h30, a Paulista foi liberada.

A leitora do Estado Carolina Libardi registrou o protesto desta sexta-feira e enviou a foto abaixo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.