Mesmo sem 'Habite-se', shopping é inaugurado em SP

Público foi recebido nesta sexta-feira com show de mágica, palhaços e música

Vitor Hugo Brandalise, O Estado de S. Paulo

28 de março de 2008 | 14h46

O Shopping Bourbon abriu as portas para o público nesta sexta-feira, 28, com direito a shows de mágica, palhaços, trios de cordas e flautistas. O movimento, tímido pela manhã, começou a melhorar no início da tarde. A inauguração, inicialmente prevista para quinta-feira, foi adiada por falta de documentos exigidos pela Subprefeitura da Lapa, entre eles o 'Habite-se' - se desrespeitasse a medida, o Grupo Zaffari pagaria multa de R$ 23 milhões.   Os primeiros visitantes aprovaram o novo centro de compras, localizado entre a rua Turiaçu e a Avenida Francisco Matarazzo. "É bem espaçoso. Gostei principalmente das poltronas, muito confortáveis. Volto no final de semana, com minha filha, para fazer minhas comprinhas", disse a bancária aposentada Zilda Mota, de 70 anos, uma das primeiras a entrar no shopping.   Algumas obras, porém, ainda não estão finalizadas - escadas rolantes e elevadores ainda sofrem manutenção, sinalização para deficientes visuais está sendo colocada e, no estacionamento, podem ser vistas cercas para proteção laranja, típica de prédios em obras. Segundo a Assessoria de Imprensa do shopping, esses são apenas "ajustes finais", que não interferem no atendimento ao público. O shopping tem mais de 185 mil metros quadrados. São 8 pavimentos com 210 lojas e 10 salas de cinema.

Tudo o que sabemos sobre:
Shopping Bourbon

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.