Mesma quadrilha já havia tentado crime outras duas vezes

A Polícia Militar foi acionada rapidamente ontem porque a quadrilha já era conhecida de moradores e funcionários. Eles já teriam tentado roubar o edifício em pelo menos outras duas oportunidades.

O Estado de S.Paulo

18 Agosto 2012 | 03h02

No mês passado e no ano passado, a abordagem também visava à família oriental que reside no 18º andar. Nos dois casos, condôminos foram seguidos desde a loja onde trabalham, mas os bandidos não conseguiram entrar no Pauliceia.

Segundo moradores do edifício, que pediram para não ser identificados, o fato de muitos donos orientais de lojas na região da Paulista morarem no local tornou o edifício um alvo visado.

Pesquisa de vitimização do Centro de Políticas Públicas do Insper (ex-Ibmec-SP) e da Ipsos Public Affairs, de 2009, mostrou que a tendência de buscar vítimas chinesas, japonesas e coreanas se acentuou nos últimos anos. /B.P.M. e C.H.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.