Mesma família é dona do imóvel há quase um século

Desde a construção, em 1918, a Vila dos Ingleses continua nas mãos dos herdeiros do engenheiro construtor, Eduardo de Aguiar D'Andrada. Seu atual administrador é o advogado Pierre Moreau, bisneto do engenheiro. "Preservar a vila sempre foi o objetivo da nossa família", afirma.

O Estado de S.Paulo

11 de setembro de 2012 | 03h04

Ele diz que não sabia da abertura do estudo de tombamento, mas que essa decisão não afeta a política de preservação do imóvel que vem sendo adotada. "É algo que foi construído pelo meu bisavô e está intimamente ligado à história da nossa família. E, claro, achamos que há qualidades arquitetônicas que hoje são raras nos imóveis do entorno."

Das 41 casas previstas no projeto original, apenas 28 foram erguidas. Todas são similares, com três andares e planejadas para abrigar uma família de classe média da época. / E.V. e R.B.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.