Mentor do roubo da Tiffany é preso por acaso

A fotografia de procurado da Justiça desmascarou o assaltante Anderson José da Silva, de 30 anos, mentor do roubo de R$ 1,5 milhão em joias da Tiffany do Shopping Cidade Jardim, na zona sul, em 16 de maio. Ele foi flagrado por PMs na madrugada de ontem em Santo André, no ABC paulista, e apresentou documento falso. O soldado Adriano, do 10.º Batalhão, tinha na viatura um álbum com fotos de foragidos e o reconheceu.

Bruno Lupion, Josmar Jozino, O Estado de S.Paulo

02 de julho de 2010 | 00h00

Silva portava carteira de identidade falsificada, em nome de Flávio Roberto Torres, quando foi abordado por PMs em um posto de gasolina. Ele estava em um Vectra preto com uma adolescente, um amigo e Charleston Félix da Silva, também foragido da Justiça. Segundo a PM, Silva seria integrante do Primeiro Comando da Capital (PCC).

Ele tem passagens por roubo, é foragido do Presídio de Franco da Rocha e foi encaminhado para o 4.º DP de Santo André. Segundo a polícia, Silva confessou o roubo à joalheria. Outros quatro ladrões já foram presos. Nenhuma joia foi recuperada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.