Reprodução
Reprodução

Mensagens racistas causam revolta em câmpus da Unesp

Caso foi registrado na polícia; universidade diz que responsáveis pelos textos 'serão desligados da faculdade'

Rene Moreira, Especial para O Estado

11 Novembro 2016 | 18h05

FRANCA - A Universidade Estadual Paulista (Unesp) abriu procedimento interno para apurar mensagens racistas e homofóbicas, além de desenhos da suástica (símbolo usado pelo nazismo), no câmpus de Franca da universidade. 

Entre outras frases, foram escritos nos banheiros dizeres como "volta para o zoológico" e "aceita sua evolução do macaco". As mensagens causaram revolta entre os estudantes que, com representantes da diretoria, registraram o caso na polícia. 

A Unesp informou que condena o ato e que desenvolve ações internamente no fomento aos direitos humanos. Esclareceu ainda que tenta identificar os autores, que "vão receber uma advertência e serão desligados da faculdade".

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.