Ernesto Rodrigues/AE
Ernesto Rodrigues/AE

Menor suspeito de praticar arrastão em cantina é detido no centro de SP

Rapaz teria admitido à polícia participação no crime na zona oeste; ele aparece no vídeo de segurança

Pedro da Rocha, do estadão.com.br,

17 de fevereiro de 2012 | 06h01

SÃO PAULO - Foi detido um dos suspeitos de ter assaltado cerca de 60 pessoas na Nello's Cantina e Pizzeria, na Rua Antônio Bicudo, em Pinheiros, zona oeste de São Paulo, na noite do último dia 14. O rapaz, de 15 anos, foi apreendido por policiais militares da Força Tática do 38 Batalhão, na quinta-feira, 16, na Rua Conde de Sarzedas, região da Sé, no centro de São Paulo.

 

De acordo com a polícia civil, o adolescente aparece nas gravações das câmeras de segurança do restaurante empunhando um revólver e de camiseta vermelha. A proprietária da cantina não quis ir até a delegacia fazer o reconhecimento, pois alegou que estava de cabeça baixa na hora do arrastão e não teria como identificar os bandidos.

 

Segundo o sargento José Dinis, da Força Tática, ele e seus homens estavam em um posto de gasolina abastecendo a viatura, por volta das 21 horas, quando uma pessoa os abordou. Ela contou que um rapaz vestindo camisa azul, shorts preto e tênis com os cadarços coloridos, e que estava entre um grupo que conversava em rua próxima, participara do assalto à cantina.

 

"Fomos até o local indicado, onde estavam umas 40 pessoas. Identificamos o adolescente e o separamos do grupo para não haver confusão e poder conversar. Dissemos que ele fora denunciado e que se fosse verdade seria identificado pelas fitas de segurança", contou o sargento. O rapaz, então, admitiu ter participado do crime. Ele disse que utilizou um Chevrolet Corsa preto para fugir.

 

O rapaz disse aos policiais que tem passagem na Fundação Casa por latrocínio, mas em seu registro consta apenas roubo. Ele foi ouvido no 14º Distrito Policial (DP), de Pinheiros.

 

Arrastão. Na noite do último dia 14, clientes e funcionários da Nello's Cantina e Pizzeria foram vítimas de um arrastão, praticado por seis homens. A ação durou quatro minutos, em que cerca de 60 pessoas que estavam no local foram ameaçadas. Os bandidos fugiram levando dinheiro, celulares, joias, bolsas e cartões bancários. Ninguém ficou ferido.

Tudo o que sabemos sobre:
arrastãospassaltocantinaPinheiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.