MAYCON MAXIMINO / SAO CARLOS AGORA
MAYCON MAXIMINO / SAO CARLOS AGORA

Adolescente furta ônibus, despenca sobre casa e apanha de moradores em São Carlos

Empresa responsável pelo coletivo enviou três guinchos para remover veículo do local e informou que arcará com os danos causados ao imóvel

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

30 Abril 2018 | 16h56

SOROCABA – Um adolescente de 17 anos furtou um ônibus e rodou 50,4 quilômetros até cair com o veículo num barranco e destruir parcialmente uma casa, na manhã desta segunda-feira, 30, em São Carlos, interior de São Paulo. Por pouco a família, que dormia no imóvel, não foi atingida. O rapaz tentou fugir, mas foi alcançado e espancado pelos moradores. Ele foi levado ferido para a Santa Casa de São Carlos, mas recebeu alta à tarde e foi liberado na presença de familiares.

O ônibus da Viação Araçatuba estava vazio e foi furtado na rodoviária de Ribeirão Bonito, cidade da região. O adolescente dirigiu o veículo pela Rodovia Deputado Vicente Botta (SP-215) até chegar à área urbana de São Carlos. Numa rampa, na Rua Aparecido Basílio de Camargo Silva, no Jardim Gonzaga, o veículo desceu de ré, bateu num poste e despencou num barranco, atingindo a casa da moradora Cassiana Aparecida de Castro.

+ FAB intercepta avião próximo à fronteira com a Bolívia por suspeita de tráfico

O telhado e duas paredes ruíram com o impacto e por pouco a família – a mulher, o marido e duas crianças – não foi atingida. Uma das crianças entrou em estado de choque por causa do susto e precisou de atendimento do Corpo de Bombeiros. Moradores vizinhos ouviram o barulho e foram ao local. O menor tinha saído do ônibus e tentava fugir, mas foi contido e agredido com socos e chutes. Aos policiais, ele disse que pretendia vender o ônibus.

A casa foi inspecionada pela Defesa Civil e parcialmente liberada para os moradores após a retirada do ônibus. A empresa proprietária do coletivo usou três guinchos para remover o veículo. Um dos responsáveis pela empresa, Ari Silvério, informou que o coletivo estava parado na rodoviária, aguardando para ser recolhido à oficina de reparos, quando aconteceu o furto. Segundo ele, a empresa vai arcar com o conserto da casa destruída no acidente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.