Menor em fuga invade casa com carro roubado

Ele mantinha um casal de empresários como reféns dentro do veículo, mas ninguém ficou ferido no acidente

O Estado de S.Paulo

17 de agosto de 2013 | 02h04

Um adolescente de 17 anos foi apreendido no fim da noite de anteontem após bater um carro roubado durante uma perseguição policial no Morumbi, zona sul de São Paulo. O jovem mantinha um casal de empresários como reféns dentro do veículo, mas ninguém ficou ferido no acidente.

Enquanto faziam patrulha no bairro, policiais militares perceberam o veículo suspeito. Além do menor ao volante, uma pessoa estava com a cabeça abaixada no banco traseiro do carro.

Ao notar que era seguido pela viatura, o rapaz acelerou. Pouco depois, ele perdeu o controle do automóvel e bateu no portão de uma residência, na esquina da Rua Santo Américo com a Rua Panonia. Um Fox que estava na garagem da casa também ficou danificado com a colisão.

Os policiais militares apreenderam o adolescente e liberaram os dois reféns. Em depoimento à polícia, o casal afirmou que havia sido rendido por três assaltantes em uma rua do Morumbi no início da noite, quando pararam o veículo num semáforo. Um dos criminosos tinha um revólver.

Cativeiro. As vítimas ainda relataram que foram levadas para um cativeiro, onde ficaram sob a mira de uma arma por cerca de duas horas. Segundo elas, um dos ladrões fez saques em caixas eletrônicos com os cartões de bancos, mas não há informações sobre o total de dinheiro levado. O Honda Accord preto conduzido pelo menor havia sido roubado antes do sequestro relâmpago também na região do Morumbi.

De acordo com a Polícia Civil, os veículos foram apreendidos para perícia e a dupla de comparsas do rapaz continuava foragida até o fim da noite de ontem.

O caso foi registrado no 33.º Distrito Policial (Pirituba) e a investigação será conduzida pelo 34.º Distrito Policial (Vila Sônia). / VICTOR VIEIRA E TIAGO DANTAS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.