Menino salva irmãos e sofre queimaduras graves em incêndio

Garoto de sete anos foi levado para o hospital após fogo consumir barraco em Santana do Parnaíba

RICARDO VALOTA - Estadão.com.br,

12 Fevereiro 2011 | 02h30

SÃO PAULO - Um menino de 7 anos, de prenome Oliver, sofreu queimaduras graves, por volta das 21 horas de sexta-feira, 11, após o barraco onde mora, localizado na Estrada Sítio do Morro, no bairro Ingaí, em Santana de Parnaíba, ser atingido por um incêndio, de causa ainda não descoberta pela polícia.

Ao ser indagado pelos policiais sobre como o fogo havia começado, o menino, em estado de choque, apenas repetia a palavra "televisão", dando entender que o incêndio pode ter iniciado por um curto-circuito. Segundo a polícia, a coragem de Oliver salvou a vida de seus dois irmãos, de 3 e 5 anos, que foram retirados da casa por ele durante o incêndio.

A mãe da criança, uma dona de casa de 33 anos, no momento do incêndio, estava fora de casa. Ela disse à polícia que havia saído para ir ao bar e que encontrou um amigo, com qual conversou por cerca de meia hora. Os bombeiros foram acionados e encaminharam Oliver, em estado grave, para o pronto-socorro do Hospital Sanatorinhos, em Itapevi, onde o garoto continua internado. As outras duas crianças passam bem.

Até as 2 horas desta madrugada de sábado, 12, o delegado de Santana de Parnaíba não havia encerrado o boletim de ocorrência, mas, segundo os policiais, a dona de casa poderá ser indiciada por abandono de incapaz, correndo o risco de perder a guarda do filho.

Mais conteúdo sobre:
São Paulo incêndio cidades

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.