Menino é baleado no rosto por adolescente em Ribeirão Preto

Arma foi comprada em favela da cidade por R$ 60 mais uma bicicleta; vítima está internada e consciente

Brás Henrique, O Estado de S.Paulo

22 de outubro de 2008 | 20h59

O menino G.C.L., de 11 anos, foi baleado no rosto, no início da tarde desta quarta-feira, 22, em Ribeirão Preto, pelo adolescente G.F.M.S., de 16. O incidente ocorreu na rua e o adolescente, que já tinha passagem pela polícia por roubo, alegou que o tiro foi acidental. Ele foi levado para a Delegacia da Infância e da Juventude (Diju) e a delegada Marina Franco da Rocha registrou o caso como "ato infracional 'tentativa de homicídio'". O adolescente seria encaminhado no final da tarde ao juiz da Vara da Infância e da Juventude, Paulo César Gentile. A arma, calibre 22, foi comprada pela manhã, numa favela, por R$ 60 e mais uma bicicleta. O menino baleado foi levado para a Unidade de Emergência (UE), do Hospital das Clínicas (HC). A Assessoria de Imprensa do HC informou que o tiro entrou por uma das faces e saiu e que o menino estava na sala de trauma, "consciente e orientado", mas que passaria por uma tomografia computadorizada.

Tudo o que sabemos sobre:
Ribeirão Pretopolícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.