Menino depõe sobre a queda que matou a mãe em Guarulhos

Lucas foi ouvido pelo delegado e o promotor que acompanham o caso, junto com psicólogos e equipe médica

da Redação, estadao.com.br

26 de novembro de 2008 | 15h36

Na manhã desta quarta-feira, 26, o delegado do 2.º Distrito Policial de Guarulhos, Cristiano Engel, e o promotor Marcelo Oliveira, colheram o depoimento de Lucas, de 6 anos, que caiu junto com a mãe, Andréia Cristina Bezerra Nóbrega, de 31 anos, do 3.º andar do prédio em que morava na cidade da Grande São Paulo. O menino foi ouvido pelos dois responsáveis do caso na Santa Casa de São Paulo, onde está internado, acompanhado por psicólogos.    Veja também: Assista ao vídeo com o momento do acidente  Família deve pedir guarda de garoto   De acordo com o delegado, o menino contou que o pai, Evandro Correia, de 35 anos, principal suspeito do crime e foragido da Justiça, ameaçou matar ele e a mãe com uma faca no dia do acidente. Este seria o motivo pelo qual Andréia se jogou o menino e depois se atirou do edifício, no último dia 18.   Esta não era a primeira vez que Correia ameaçava a ex-mulher. A família de Andréia confirma que o ex-marido a agredia constantemente e que tinha muito ciúmes dela. Neste ano, ela já havia feito ao menos três queixas à polícia contra Correia: uma por dano e injúria na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Guarulhos e no 2.º DP, por ameaça e agressão.   Delegado mostra o desenho que Lucas fez, representando o medo que teve no dia do acidente. Foto: Valéra Gonçalvez/AE  

Tudo o que sabemos sobre:
violênciaSPGuarulhos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.