Menino de sete anos foi morto com tiro dado pelo irmão

Jovem tentava manipular uma pistola calibre 380 quando ocorreu o disparo; garoto recebeu tiro na nuca

Carolina Spillari, Agência Estado

26 de junho de 2011 | 22h43

SÃO PAULO - o estudante Victor de Oliveira Tafner, de 7 anos, foi morto pelo irmão, um ajudante, de 21 anos. O disparo, ocorrido no sábado, 25, foi acidental e perfurou a nuca do menor em sua residência localizada na Rua Secundino Domingues, Vila Prudente, na zona leste de São Paulo.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP), testemunhas disseram que o irmão da vítima, o ajudante, de 21 anos, tentava manusear uma pistola calibre 380, que disparou acidentalmente e atingiu o menino.

Após o disparo, o jovem fugiu aos gritos de "eu matei o meu irmão". Socorrido ao  Hospital da Vila Alpina e  transferido ao Hospital das Clínicas o garoto não resistiu e morreu. A polícia solicitou perícia para o local.

O empresário, de 61 anos, tio da vítima contou que estava em casa quando a cunhada telefonou e pediu que ele fosse até a residência do estudante, sem dizer o que havia ocorrido. O empresário encontrou a criança na cama quando chegou ao local.

Em um primeiro momento, o registro de homicídio culposo e posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito foi feito no 56º DP, na Vila Alpina. O caso foi encaminhado ao 42º DP, no Parque São Lucas, na área onde o crime ocorreu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.