Menino de 13 anos fica ferido após ataque de pit bull em SP

Vítima foi encaminhada ao Hospital Geral de Guaianases; cão precisou ser morto pela polícia

Fabiana Marchezi, do estadao.com.br,

19 Janeiro 2010 | 12h32

Um adolescente de 13 anos foi atacado por um pit bull na tarde de segunda-feira, 18, na Rua Professor Francisco Pinheiro, no bairro Guaianases, na zona leste de São Paulo.

 

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), por volta das 14h30, policiais militares faziam patrulhamento de rotina pela região, quando moradores pediram socorro e afirmaram que o adolescente estava sendo atacado pelo cachorro.

 

O animal mordia a perna esquerda do garoto. Os policiais tentaram interromper o ataque usando gás de pimenta, mas como o animal não soltou o adolescente, um dos PMs atirou no pit bull.

 

Ainda segundo a secretaria, mesmo baleado, o pit bull ainda tentou atacar o policial militar e o jovem mais uma vez antes de ser laçado. O cão foi socorrido e encaminhado para um veterinário, onde já chegou morto.

 

A vítima foi encaminhada ao Hospital Geral de Guaianases, onde permanece internada. A dona do cachorro foi localizada e afirmou a polícia que o animal era muito agressivo, já tinha matado outros cachorros e, por isso, ela tinha dado o pit bull ao adolescente, com a permissão do pai dele. O caso foi registrado no 44º Distrito Policial como lesão corporal culposa.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.