Menina se finge de morta e escapa de assassinato em Indaiatuba

Adolescente de 15 anos fingiu desmaio quando era estrangulada; namorado e tio dele são os suspeitos do crime

Tatiana Fávaro, O Estado de S.Paulo

31 de agosto de 2009 | 16h42

A polícia de Indaiatuba prendeu, na madrugada de domingo, dois homens suspeitos de tentar matar uma garota de 15 anos. A menina, moradora do bairro Jardim Morada do Sol, conseguiu escapar da tentativa de assassinato por ter fingido desmaiar, antes de ser jogada de uma ponte sobre o Rio Capivari, em Monte Mor, na noite de sábado.

 

Segundo a Polícia Civil de Indaiatuba, a garota foi obrigada a entrar no carro pelo ex-namorado, o auxiliar de serviços gerais William Hércules da Silva, de 18 anos, e o tio do rapaz, o motorista Antonio Aparecido da Silva, de 33 anos. Em relato à polícia, a vítima disse ter sido levada até Monte Mor e agredida com chutes e socos. Após tentar enforcá-la, sob orientação do tio, o ex-namorado teria jogado a menina no rio.

 

De acordo com a Polícia Civil de Monte Mor, a garota nadou até a margem do rio e foi encontrada por um morador do município, quando andava pela Avenida Sinter Futura, no bairro rural Chácaras Planalto, quase na divisa com Elias Fausto. Segundo a polícia, a menina estava com as roupas molhadas, muitas escoriações e em pânico. O morador de Monte Mor entrou em contato com parentes da vítima, que acionaram a polícia de Indaiatuba e foram buscar a garota. A menina foi atendida em um pronto-socorro de Indaiatuba.

 

Os suspeitos foram presos durante a madrugada de domingo, no Jardim Morada do Sol, mesmo bairro em que mora a vítima, e serão encaminhados para Campinas, onde vão ser indiciados por tentativa de homicídio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.