Reprodução
Reprodução

Menina de 8 anos que desapareceu ao brincar em parquinho é encontrada morta

Vizinho da família de Emanuelle Pestana de Castro confessou o crime; corpo foi encontrado em área rural de Chavantes

Felipe Cordeiro, O Estado de S.Paulo

14 de janeiro de 2020 | 13h02

SÃO PAULO - A menina Emanuelle Pestana de Castro, de 8 anos, foi encontrada morta em uma área de mata da Fazenda Santana Nova, em Chavantes, no interior de São Paulo, na noite desta segunda-feira, 13. A criança estava desaparecida desde a sexta-feira, 10, quando estava brincando em um parquinho de uma praça.

Vizinho da família de Emanuelle, o lavrador Agnaldo Guilherme Assunção, de 49 anos, foi preso pelo assassinato.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP), ele confessou o crime à Polícia Civil. Câmeras de segurança registraram o acusado conversando com a vítima em uma praça.

Assunção informou aos policiais o local onde deixou o corpo da vítima. Após as buscas, o Corpo de Bombeiros encontrou a garota sem vida dentro de um pequeno riacho.

A faca usada no crime foi apreendida. Foram solicitados exames de DNA e corpo de delito. O caso foi registrado como homicídio qualificado e ocultação de cadáver na Delegacia Seccional de Ourinhos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.