Menina de 7 anos tem queimaduras após incêndio de ônibus em Carapicuíba, SP

Ataque teria sido cometido por seis adolescentes armados; um passageiro foi atropelado ao descer do coletivo

Ricardo Valota, O Estado de S. Paulo

31 Outubro 2012 | 08h08

Atualizada às 9h06

SÃO PAULO - Uma menina de sete anos teve queimaduras de primeiro e segundo graus e um passageiro foi atropelado depois que um ônibus intermunicipal foi queimado por criminosos em Carapicuíba, na Grande São Paulo, às 20h30 de terça-feira, 30. O ataque, cometido por um grupo de seis jovens, supostamente menores, ocorreu na esquina da Avenida Inocêncio com a Estrada da Guabiroba, no Jardim Santo Estevão.

Segundo a Polícia Militar, três dos supostos adolescentes estavam armados e cobriram o rosto com a camiseta durante o ataque. De acordo com testemunhas, o grupo estava escondido em um beco e surgiu no momento em que o ônibus, da Viação Del Rey, parou. 

Os vândalos ordenaram que o motorista, o cobrador e os passageiros descessem, espalharam combustível pelo veículo e atearam fogo. Durante a correria, um dos passageiros, de 31 anos, se feriu no joelho ao descer do ônibus  e foi atropelado. Uma menina de 7 anos não conseguiu deixar o coletivo a tempo de escapar das chamas e teve queimaduras de primeiro e segundo graus.

As vítimas foram atendidas inicialmente numa unidade básica de saúde localizada em frente ao local do ataque, e transferidas pela PM para o pronto-socorro Municipal da Vila Dirce. O estado de saúde delas não foi informado. O motorista, antes de descer do coletivo, foi ferido por um dos criminosos com uma coronhada na testa.

Os autores do ataque não foram encontrados. O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de Carapicuíba.

Mais conteúdo sobre:
carapicuíba ônibus incendiado

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.