Foundry/Pixabay
Foundry/Pixabay

Menina de 12 anos tenta envenenar e matar os pais e a irmã

Adolescente colocou produto para rato em café e suco; delegado solicitou que ela fosse apreendida e levada à Fundação Casa

Ivan Marcos Machado, especial para o Estado

28 de setembro de 2018 | 18h52

JARINU - Uma adolescente de 12 anos, da cidade de Jarinu, na região de Jundiaí, no interior de São Paulo, tentou matar os pais e a irmã de 3 anos com veneno para ratos. A garota colocou o veneno no café dos pais e no suco de laranja da irmãzinha. O delegado Victor Oliveira Paula disse que ficou impressionado com a história e requisitou à Justiça a apreensão da menina para a Fundação Casa.

O pai, mecânico de 43 anos, se levantou na manhã de quarta-feira, 26, e foi tomar o café. Ele estranhou o sabor e questionou a mulher, uma dona de casa de 32. Ela também tomou o líquido e resolveu fazer outro para o marido ir trabalhar.

Em seguida a mulher questionou a filha, porque a adolescente havia "adoçado" o café. A garota confessou que tentou matar os dois e na noite anterior deu suco de laranja com veneno para a irmã. No entanto, afirmou que ficou com "peso na consciência" e pegou o suco de volta. 

Desesperada, a dona de casa correu para o hospital com o marido. Após tratamento médico, todos foram para a delegacia e elaboraram boletim de ocorrência. O delegado pediu aos investigadores que fossem até a residência do casal para a apreensão das provas. Foram recolhidas a garrafa com a "borra" do veneno e a embalagem do produto.

Agora, os investigadores da Polícia Civil tentam detalhar como a garota conseguiu o veneno. Os policiais saíram em diligências nesta sexta-feira, 28.

A menina deu três versões diferentes, todas contraditórias. Em uma delas, disse que se inspirou no filme Charlie, Charlie

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.