Menina atropelada por caminhão em SP tem alta; outra vítima morreu

Uma terceira vítima, de 13 anos, teve fraturas expostas na perna e foi transferiada para a UTI, em estado grave; motorista não tinha carteira de habilitação

Julia Baptista, estadão.com.br

15 de outubro de 2010 | 18h56

SÃO PAULO - Uma das vítimas de um atropelamento por um caminhão desgovernado na tarde quinta-feira, 14, teve alta ao meio dia desta sexta, segundo a Secretaria de Estado da Saúde. Beatriz, de 9 anos, estava internada no Pronto Socorro do Mandaqui depois de ter sido atingida pelo veículo desgovernado na Vila Brasilândia, na zona norte de São Paulo, junto com outras duas crianças. A menina sofreu ferimentos leves.

 

Outra vítima, Milena, de 7 anos, morreu por volta da meia-noite desta sexta-feira. Ela havia sido encaminhada ao Hospital das Clínicas com traumatismo craniano pelo helicóptero Águia, do Grupamento Aéreo da Polícia Militar.

 

A terceira vítima, de 13 anos, teve fraturas expostas na perna e foi encaminhada para o Hospital Santa Marcelina, em estado grave. Nesta manhã, ela foi transferida para a UTI.

 

O atropelamento ocorreu na Avenida Almir Dehar, quando o motorista do caminhão, sem carteira de habilitação, perdeu o controle do veículo, bateu em um poste e atingiu as crianças.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.