Membro do AfroReggae é morto em Realengo

A Polícia Civil do Rio investiga o assassinato de Rafael Gonçalves Victorio, de 29 anos, do grupo cultural AfroReggae. Victorio foi morto sexta-feira à noite ao chegar em casa, em Realengo, zona oeste do Rio. Foi feita perícia no local e o corpo foi levado ao Instituto Médico-Legal para autópsia. Victorio trabalhava no setor de empregabilidade da ONG. No site do AfroReggae consta que ele havia integrado uma facção.

O Estado de S.Paulo

16 de dezembro de 2012 | 02h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.