Médicos e dentistas param atendimento a planos hoje

Médicos, dentistas e fisioterapeutas de todo o País prometem suspender o atendimento eletivo a pacientes de planos de saúde hoje para protestar contra as operadoras de saúde. As consultas previstas serão remarcadas, mas os casos de urgência e emergência não serão afetados.

O Estado de S.Paulo

25 de abril de 2013 | 02h01

Em São Paulo, um protesto na Avenida Paulista prevê o lançamento de 10 mil bexigas pretas simbolizando o descontentamento dos profissionais com os planos de saúde.

Pesquisa realizada pela Associação Paulista de Medicina com quase 5 mil profissionais da área aponta que 89% deles se queixam das interferências dos planos nos procedimentos, o que prejudica o atendimento. Uma das principais reivindicações é por honorários mais justos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.