Médico é preso suspeito de furtar paciente em Jundiaí

Profissional já tinha passagens pela polícia e deixou a delegacia após pagar fiança de R$ 10 mil

Solange Spigliatti, da Central de Notícias,

23 de outubro de 2009 | 10h41

Um médico de 65 anos, foi acusado de furtar R$ 177,00 da carteira de um paciente dentro de um hospital de Jundiaí, no interior de São Paulo, na noite desta quinta-feira, 22.

 

Segundo o delegado assistente da Seccional da cidade, Orlando Raul Pavan, o paciente Cristian Caetano da Silva acusou o médico Newton Nery Feodribbe de Souza Filho de ter furtado sua carteira durante exame dentro do consultório, no Hospital São Vicente.

 

De acordo com depoimento do paciente, que foi examinado de pé e de costas para o médico, a carteira estava no bolso de trás da calça. A carteira foi encontrada próxima a uma área restrita, em frente ao hospital, sem os R$ 177.

 

O médico, que já tinha três passagens pela polícia, de acordo com o delegado, deixou a delegacia cercado por advogados após pagar fiança de R$ 10 mil.

Tudo o que sabemos sobre:
médicofurtopaciente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.