Médico é acusado de abusar de pacientes

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul prendeu ontem em Porto Alegre um médico de 60 anos suspeito de abusar sexualmente de ao menos três pacientes. Segundo a polícia, o acusado fingia que era necessário examinar os seios das vítimas, o que configura crime de violação sexual mediante fraude, sujeito a pena de até seis anos de reclusão. Em um posto de saúde de Esteio, Região Metropolitana da capital, ocorreram dois casos. Em dezembro, o médico apalpou os seios de uma jovem de 16 anos que sentia dor de garganta.

O Estado de S.Paulo

22 Janeiro 2013 | 02h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.