Médico carioca é morto a facadas na zona leste de SP

Pediatra trabalhava há dois anos no Hospital e Maternidade Paranaguá; nada foi roubado dele

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

28 de julho de 2007 | 04h33

O médico Amauri Vicente dos Santos, 41, foi morto a facadas por volta das 21 horas de sexta-feira. Ele foi encontrado ao lado do seu carro, uma picape Ford Ranger, em um estacionamento localizado na altura do nº 840 da Avenida Paranaguá, em Vila Paranaguá, região de Ermelino Matarazzo, na zona leste da capital paulista. Nascido no bairro da Barra da Tijuca, zona norte da capital fluminense, Amauri era pediatra e trabalhava há 2 anos no Hospital e Maternidade Paranaguá, ao lado do estacionamento onde foi assassinado. Segundo testemunhas, a vítima deixou o serviço, foi até a padaria. Em seguida, Amauri dirigiu-se ao estacionamento, que mantém convênio com o hospital. A polícia não sabe se ele foi rendido dentro ou fora local. Nada foi roubado do médico.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.