Médica paulista é morta a facadas

TORRES (RS)

, O Estado de S.Paulo

06 de junho de 2010 | 00h00

A médica paulista Glaucianne Hara, de 40 anos, foi morta a facadas na frente de um hotel em Torres, no Rio Grande do Sul. A Polícia Civil pediu a prisão preventiva do marceneiro Rodrigo Fraga da Silva, de 33 anos. Os dois se conheceram pela internet, há 3 anos, e mantinham um relacionamento. O marceneiro é casado. O suspeito se apresentou ontem à polícia, foi ouvido e liberado. A médica morava em Pindamonhangaba, no interior de São Paulo, e ia constantemente a Torres encontrar o marceneiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.