Wagner Urbano Onjack/Futura Press
Wagner Urbano Onjack/Futura Press

Sul do País registra temperaturas negativas; SP terá mínima de 9ºC no final da tarde

Na cidade de Bom Jardim da Serra, em Santa Catarina, termômetros marcaram -7,4ºC na madrugada

Julio Cesar Lima, especial para o Estado, e Sara Abdo, O Estado de S.Paulo

18 Julho 2017 | 05h43
Atualizado 18 Julho 2017 | 20h34

Uma massa de ar polar está esfriando o País, mas ainda não causou queda expressiva na temperatura de São Paulo e região metropolitana. Enquanto na capital paulista a média da madrugada desta terça-feira, 18, foi de 13ºC, os termômetros marcaram -7,4ºC no município catarinense de Bom Jardim da Serra. A temperatura em São Paulo deve cair ao longo do dia, e para o final da tarde espera-se uma mínima de 9ºC, que seria a menor temperatura registrada em 2017. 

Segundo informou o Centro de Gerenciamento de Emergência (CGE),  os termômetros registraram 10ºC nesta terça-feira na região de Parelheiros e Capela do Socorro, ambas na zona sul. O frio deve se acentuar mais nas regiões afastadas do centro, como os extremos sul, leste e norte, áreas de maior vegetação e represa.  Na capital, a máxima prevista para esta terça-feira é de 17ºC, com possibilidade de chuva.

Abaixo de zero

No Sul do País, principalmente no Estado de Santa Catarina, o frio já está mais rigoroso. Em Bom Jardim da Serra, a estação do Instituto Nacional de Meterologia (Inmet) registrou -7,4ºC nesta madrugada. Em Urupema, os termômetros marcaram -6,8ºC e, em Urubici, -6ºC, entre meia-noite e 6 horas . No município de São Joaquim, a mínima registrada pelo Inmet foi de -4,8ºC.

Por volta das 9 horas, a temperatura em São José dos Ausentes, no Rio Grande do Sul, era de -3ºC, com sensação térmica de -10ºC -  a sensação varia de acordo com a velocidade do vento.

Em algumas cidades do Paraná, houve acentuado declínio da temperatura entre a madrugada e a manhã.  Com temperaturas de -4ºC, a cidade de Inácio Martins registrou a menor temperatura do Estado e, em Palmas, houve registro de neve durante a madrugada desta terça-feira.

Esta foi a segunda vez que nevou em Palmas. Na primeira metade de junho, as baixas temperaturas resultaram na queda de chuva congelada na área urbana e flocos de neve nos Campos de Palmas, região mais alta da cidade, onde está localizado o distrito do Horizonte.

Segundo o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar),  a massa de ar com característica polar que vem do extremo Sul do País fez com que o Estado amanhecesse com temperaturas negativas em algumas regiões. A previsão é de geadas para os próximos dias até o fim da semana, com queda brusca de temperatura nas regiões de Curitiba, Pato Branco, Francisco Beltrão e Guarapuava.

Em Mato Grosso do Sul, na Região Centro-Oeste, o frio também está intenso. No município de Dourados, os termômetros marcaram 1ºC e houve nevoeiro no início da manhã.  Mesmo em Cuiabá, capital associada a altas temperaturas, o calor deu uma brecha.  Às 9 horas, o registro era de 10ºC , com sensação térmica de 8ºC.

Mais conteúdo sobre:
São Paulo [SP]

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.