Mecânico morre em oficina da TAM

O mecânico de manutenção da TAM Claldionor Caracho, de 46 anos, morreu na tarde de ontem após ter a cabeça prensada quando fazia manutenção de um equipamento usado para a troca de para-brisas de aeronaves no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo.

O Estado de S.Paulo

16 Janeiro 2013 | 02h01

Ele não usava capacete, o que fez a Delegacia da Polícia Civil no terminal abrir investigação. Um representante da TAM afirmou no boletim de ocorrência que o uso de capacete não é obrigatório. Em nota, a companhia disse que apura a causa da morte e "está prestando toda a assistência necessária aos familiares".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.