Victor R. Caivano/AP
Victor R. Caivano/AP

McCartney: 'Estar no Rio foi fantástico'

Bernando Moura, Rio, ESPECIAL PARA O ESTADO

, O Estado de S.Paulo

25 de maio de 2011 | 00h00

Depois de três dias no Rio, o cantor Paul McCartney deixou a capital fluminense na madrugada de ontem, logo após sua segunda e última apresentação no Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, na zona norte da cidade. Segundo a organização do show, o ex-beatle partiu em um jatinho particular.

Logo após a apresentação de anteontem, McCartney divulgou uma nota por meio de sua assessoria de imprensa: "Estar no Rio foi fantástico desde o minuto em que pousamos. Todos nós da banda curtimos esse momento maravilhoso e nós agradecemos aos fãs por tornarem tudo tão excitante", declarou o ex-beatle.

Sem se identificar, um motorista da comitiva que levou o artista ao estádio disse que chamou sua atenção a preocupação de McCartney em cumprimentar, com acenos ou apertos de mão, cada um dos envolvidos na produção. "Ele é extremamente carismático", disse.

Fãs. Alguns fãs estiveram na manhã de ontem na frente do Hotel Copacabana Palace, na zona sul, na expectativa de conferir um último aceno de Paul.

Paula Pitta, de 17 anos, acordou cedo, entrou na internet e fez uma pesquisa para saber se o cantor já tinha partido. "Como não encontrei nada, resolvi vir", contou. Ela foi ao show de anteontem com o pai, de 60 anos, e a irmã, de 32, "todos fãs de Paul".

Outra fã que estava de prontidão na frente do hotel era Wania Esteves - que prefere ser chamada de Wania McCartney. "Não imaginava que pudesse me emocionar vendo o Paul de perto de novo, mais de 20 anos depois", disse. Ela conta que estava no Maracanã quando o ex-beatle fez seu primeiro show no Brasil, em abril de 1990.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.