Mau tempo atrasa vôos em São Paulo, Rio e Porto Alegre

Cumbica e Galeão operam por instrumentos e Salgado Filho fecha por uma hora

Agencia Estado

27 de junho de 2007 | 14h52

O mau tempo na manhã desta quarta-feira, 27, atrapalhou pousos e decolagens nos aeroportos de São Paulo, Rio de Janeiro e de Porto Alegre, segundo a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero).O Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica, operava por instrumentos desde o início da manhã. Até às 9h02, dos 57 vôos programados, quatro tiveram atrasos superiores a uma hora e dois foram cancelados.No Rio de Janeiro, os pousos e decolagens foram suspensos no Aeroporto Santos Dumont, no centro da cidade, às 8h28, em razão de um forte nevoeiro. Por conta do fechamento, dois vôos da TAM e um da Varig, vindos de São Paulo, tiveram de ser alternados para o Aeroporto Antonio Carlos Jobim - Galeão, na Ilha do Governador, que por conta do mau tempo operava por instrumentos. O Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, permaneceu fechado por mais de uma hora nesta quarta. Das 5h57 às 7h02, nenhum avião decolou ou pousou por conta do mau tempo, segundo a Infraero. A suspensão das operações causou dois atrasos. Um vôo de Recife (PE), com escala em São Paulo, estava programado para pousar às 6h55, mas só chegou às 8h40. No segundo caso, um vôo vindo de Santa Maria (RS) deveria ter aterrissado às 7h55, contudo até às 9h08 não havia chegado ao terminal. Em Congonhas, aeroporto na zona sul da capital paulista, a situação era tranqüila, com poucos atrasos. Dos 48 vôos programados apenas um partiu fora do horário programado, além de um cancelamento, até as 9 horas.

Tudo o que sabemos sobre:
atrasos em vôosneblina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.