Maternidade de segurança máxima

Ainda sujeita à sanção do prefeito Hélio de Oliveira França, a lei municipal que garante a todo recém-nascido em Campinas direito a "pulseira antissequestro" tem tudo para ser o primeiro passo na criação das maternidades de segurança máxima no Brasil. A identificação eletrônica no berçário pode ser bom para todo mundo, inclusive para aquele bebê que mais tarde vier a seguir o caminho do crime por vontade própria: quando, enfim, o moleque estiver em idade de ir pra cadeia, vai se sentir voltando para o útero materno.

Tutty Vasques, O Estado de S.Paulo

14 de maio de 2010 | 00h00

Claro que, no futuro, a algema com sistema de alarme à prova de rapto não garantirá, sozinha, um pós-parto tranquilo. Mais cedo ou mais tarde, os grandes centros de obstetrícia terão de se equipar com outros aparatos de segurança, tais como detectores de metal, bloqueadores de celular, vidraças à prova de bala nos berçários, torres de vigilância no pátio... Para não constranger parentes do recém-nascido a se despirem na chegada à maternidade, recomenda-se a aquisição de um body scan - aquele aparelho que permite enxergar sob as roupas em revistas de aeroporto.

A volta para casa em carro blindado fica, até segunda ordem, por conta dos pais!

Big Phil

Felipão vai comentar a Copa do Mundo em inglês para um canal de TV sul-africano. Não deve ser tão hilário quanto poderia ser com Joel Santana, mas capaz de ter lá sua graça.

Todo prosa

Rubinho Barrichello parece um pavão em Mônaco. Anda mostrando pra todo mundo a asa traseira que vai estrear nas ruas de Monte Carlo no domingo.

Que remédio, né?!

Já tem gente por aí que, decepcionada com o time do Dunga, passou a torcer com maior entusiasmo pelo Brasil na disputa por genéricos com a União Europeia na Organização Mundial do Comércio.

Procuraloura

Sabe por que aquela procuradora acusada de torturar a menina que pretendia adotar se entregou à polícia? Louras desse porte não conseguem se esconder por muito tempo.

Comoção mundial

O melhor amigo de Paulo Coelho no Irã lamentou por e-mail a exclusão de Ganso e Neymar da lista do Dunga. Não se correspondia com o escritor brasileiro desde os protestos de rua em Teerã, em junho do ano passado.

Ideia fixa

Aguinaldo Silva está fazendo um "master class" com jovens roteiristas na Barra da Tijuca. Se fosse padre ensinando coroinhas a rezar missa, já viu, né? Só se fala disso no Vaticano!

Bonitão em campanha

O modelo Caco Ricci, novo cabo eleitoral de Geraldo Alckmin, ganhou apelido novo: palito de picolé de chuchu.

O cara!

O PT quer contratar o "personal mídia training" de Dunga para Dilma Rousseff. A candidata vai precisar, também, de um auxiliar tipo Jorginho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.