Matão não se intimida com chuva e celebra tradição de tapetes de Corpus Christi

Expectativa do município paulista é atrair 70 mil pessoas na festa que completa 65 anos

Rene Moreira, O Estado de S.Paulo

30 Maio 2013 | 18h20

Nem mesmo a chuva impediu a confecção do tradicional tapete que forra as ruas de Matão durante as celebrações de Corpus Christi. A cidade, localizada no interior paulista, levantou cedo nesta quinta-feira (30) para preparar a tradicional festa, uma das principais do país, que está completando 65 anos.

O sol ainda nem tinha aparecido e o movimento das equipes nas ruas já era intenso, mas foi preciso esperar a chuva dar uma trégua para colocar a mão na massa. Os desenhos são confeccionados manualmente e este ano são mais de 700 voluntários em um trajeto em formato de cruz, partindo da igreja matriz do Senhor Bom Jesus, no Centro.

Eles estão usando na decoração cerca de 70 toneladas de dolomita, areia e vidro moído. "Dá trabalho, mas vale a pena o esforço", garante João Antonio Silva, de 65 anos, que levantou às 5h da madrugada e foi para a rua. "A gente agora espera a chuva ir parando e vai fazendo os desenhos, mas tenho certeza Deus vai ajudar", afirmou.

Silva não estava errado: apesar da chuva intensa na madrugada, pela manhã ela diminuiu bem e a decoração começou a ganhar forma. Quem acompanhava também torcia para a água dar uma pausa. "Venho de Ribeirão Preto todos os anos para acompanhar essa festa, é linda demais", garante dona Terezinha de Souza, de 62 anos.

Ela é um exemplo de que a chuva também não afugentou os turistas e a expectativa é finalizar o dia tendo atraído 70 mil pessoas para este Corpus Christi, número que dobra a população da cidade que tem menos de 80 mil habitantes. E para quem vai a Matão o tapete religioso não é a única atração. Praça de alimentação, barracas com venda de produtos e até uma feira de flores movimentam o feriado.

Toda a estrutura da festa é montada pela prefeitura local, que fornece materiais, pessoal de apoio, sanitários químicos e o setor de alimentação, que fica a cargo das entidades assistenciais do município.

Programação. As atividades artísticas, culturais e religiosas em Matão neste feriado acontecem o dia todo. Na Igreja Matriz do Senhor Bom Jesus há missas às 8h, 11h e 14h, incluindo a "Hora Santa", às 9h. A procissão percorre agora todo o trajeto ornamentado.

O trecho decorado começa defronte a igreja matriz, na Rua José Bonifácio, segue pela Avenida 28 de Agosto, Rua Rui Barbosa, Avenida 15 de Novembro, Rua Prudente de Moraes, Avenida 7 de Setembro e, novamente, pela Rua Rui Barbosa, Avenida Siqueira Campos e Rua José Bonifácio, retornando ao ponto de partida, na igreja matriz.

Mais conteúdo sobre:
Matão tapetes de Corpus Christi

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.