Mascote da Copa é destruído em tumulto

Um boneco inflável de 7 m em forma de tatu-bola, que representava o mascote da Copa de 2014 havia dez dias no Largo Glênio Peres, no centro de Porto Alegre, foi destruído na terça-feira à noite. A depredação ocorreu durante confronto da Brigada Militar com manifestantes do Ato em Defesa da Alegria, marcado pelas redes sociais, contra parcerias da prefeitura com a iniciativa privada. Policiais dizem que os manifestantes avançaram sobre o boneco. Já os participantes do ato dizem ter sido atacados.

O Estado de S.Paulo

06 Outubro 2012 | 03h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.