Marquise cai, mata homem e fere mulher em São Paulo

Eles estavam em ponto de ônibus quando foram atingidos por um bloco de concreto

Ricardo Valota do estadao.com.br e JB Neto de O Estado de S. Paulo

04 Janeiro 2010 | 03h11

Um homem morreu na Avenida Francisco Morato após uma marquise do corredor de ônibus cair sobre ele no domingo, 3, por volta das 19h30.

 

Ele se chamava Ramiro Rodrigues Janes, tinha de 51 anos e morava na Vila Sônia. Outra usuária, Monique Venancio Teixeira, de 18 anos, também estava no local e acabou ferida, quebrou a perna e foi encaminhada para o Hospital das Clinicas.

 

Ao lado da avó, Monique esperava por um ônibus. O acidente, segundo a jovem, moradora de Bauru, foi provocado por um coletivo alaranjado - de empresa e prefixo não anotados - que, com a lateral superior direita, atingiu a viga que sustenta da marquise.

 

Um ambulante que trabalha sob o ponto não se feriu. O motorista responsável pelo acidente deixou o local sem prestar socorro às vítimas.

 

O caso foi registrado no plantão do 34º Distrito Policial, da Vila Sônia. Uma investigação vai tentar localizar na garagem de duas empresas, que possuem ônibus da mesma cor descrita pela vítima, o veículo com uma eventual avaria compatível com o acidente ocorrido no ponto. 

 

Até as 3h30 da madrugada desta segunda-feira, 4, parte do ponto de ônibus seguia isolada por faixas.

 

Texto ampliado às 4h17

 

Imagem da Avenida Franscisco Morato na zona oeste de São Paulo. Foto: JB Neto/AE

Mais conteúdo sobre:
marquise São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.