Hélvio Romero/Estadão
Hélvio Romero/Estadão

Marginal registra 1ª morte após aumento de velocidades

Motociclista se envolveu em colisão com dois carros e morreu na hora; local do acidente tem limite de 90 km/h

Bruno Ribeiro, O Estado de S. Paulo

14 Fevereiro 2017 | 16h10

SÃO PAULO - Passados 20 dias do aumento de limites de velocidade nas Marginais do Tietê e do Pinheiros, a cidade de São Paulo registrou nesta terça-feira, 14, a primeira morte decorrente de acidente de trânsito nas vias expressas. Foi na Marginal do Pinheiros, pista sentido Rodovia Castelo Branco, perto das 5h40.

O motociclista teria se envolvido em um acidente com dois automóveis. O impacto da colisão do corpo do motociclista com um dos carros foi tanto que amaçou a carroceria do veículo. O acidente foi na altura da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp).

O secretário municipal de Mobilidade e Transportes, Sergio Avelleda, declarou que a Prefeitura ainda está analisando as causas do acidente. "Estamos aguardando dados. A perícia foi feita no local, vamos aguardar o resultado da perícia. Temos um comitê interno na CET (a Companhia de Engenharia de Tráfego) e vamos apurar as causas do acidente", disse.

"Ele não estava no corredor, ao menos preliminarmente não era um horário em que havia corredor", disse. 

O último acidente fatal nas Marginais ocorreu no dia 22 de dezembro, no fim da tarde, e também teve um motoclista como vítima.

Mais conteúdo sobre:
SÃO PAULO Tietê Pinheiros Cet

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.