Marginal do Tietê às escuras. De novo

Vários trechos das pistas local e central estão com lâmpadas apagadas; Prefeitura culpa furto de fios

Luísa Alcade, O Estado de S.Paulo

27 de agosto de 2011 | 00h00

Menos de um ano após a Marginal do Tietê sair da escuridão, os motoristas voltaram a sofrer com a iluminação deficiente na via. O antigo sistema havia sido retirado em setembro de 2009, durante a ampliação das pistas, e só foi restituído totalmente em outubro de 2010. O problema agora, segundo a Secretaria Municipal de Serviços, responsável pela manutenção, é o furto de fios.

A reportagem percorreu a Marginal do Tietê na segunda-feira e na quinta-feira à noite, em ambos os sentidos, e constatou que sete trechos estão com lâmpadas apagadas. Na pista local, em alguns pontos há uma lâmpada apagada para cada acesa. Na nova pista central, há duas apagadas para cada lâmpada acesa.

O ponto mais crítico e escuro fica no sentido Ayrton Senna, entre as Pontes da Freguesia do Ó e do Limão. Nele estão 144 das 370 lâmpadas apagadas encontradas em toda a via expressa. Em todo o percurso há 4 mil postes de iluminação.

O Departamento de Iluminação Pública (Ilume) afirmou que vistoriou os locais apontados pela reportagem e constatou furto de cabos em todos os trechos.

O órgão, subordinado à Secretaria de Serviços, assumiu neste mês a manutenção da iluminação da Marginal do Tietê. Antes, esse procedimento era de responsabilidade da Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa), que gerenciou a ampliação das pistas. O Ilume informou ainda que já iniciou os procedimentos necessários para a reposição dos cabos de energia.

O vendedor Milton Moreira, de 40 anos, usa todos os dias a Marginal para ir de casa, em Osasco, na Grande São Paulo, para o trabalho, na Casa Verde, zona norte. Ele diz já ter reparado na falta de luz e a considera um dos motivos de insegurança no local. "Principalmente perto da Ponte do Piqueri. A escuridão pode incentivar os assaltos."

Já o também vendedor Marcelo Vilar, de 43 anos, diz que a escuridão potencializa outro problema enfrentado pelos motoristas: a falta de sinalização na nova pista. "Se já é difícil achar a entrada certa de dia pela falta de placas, imagina então sem luz", diz.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.