Fellipe Quirino/Prefeitura do Guarujá
Fellipe Quirino/Prefeitura do Guarujá

Maré baixa revela barril de madeira antigo em praia do Guarujá

Peça está em bom estado de conservação; em Santos, destroços de navio foram encontrados na Praia do Embaré

Luiz Alexandre Souza Ventura, Especial para o Estado

11 Setembro 2017 | 09h54

SANTOS - A maré baixa revelou mais uma peça que estava escondida sob o mar no litoral sul de São Paulo. Após os destroços de uma embarcação surgirem em Santos no mês passado, desta vez um barril de madeira apareceu no Guarujá na manhã deste domingo, 10.

A peça está em bom estado de conservação e permanece enterrada na Praia do Tombo. De acordo com uma primeira análise de especialistas, pode ser oriunda de um naufrágio antigo. Arqueólogos vão analisar o barril para tentar determinar sua origem e a área ao redor deve ser vasculhada em busca de outros itens.

Um dos trabalhos será estabelecer o local do possível naufrágio e também pesquisar documentos para saber se acidentes do tipo foram registrados na área. O barril é feito de madeira e ainda tem um arco de ferro usado para sustentação. A meta dos arqueólogos é remover o artefato da areia.

Santos

No último dia 22 de agosto, destroços de um navio foram encontrados na faixa de areia da praia de Santos, bem próximos ao mar, ao lado do Canal 5, no bairro do Embaré. A área está isolada e recebeu reforço policial.

Arqueólogos protocolaram pedido para exploração no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e pediram autorização de pesquisa interventiva à Marinha. Um escâner será usado para identificar as estruturas para tentar descobrir dimensões e profundidade da embarcação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.