Reprodução
Reprodução

Maré alta mantém Porto de Santos fechado no litoral de SP

A entrada e a saída de navios cargueiros foram paralisadas após chegada de uma frente fria que causou ondas de até 4 metros

Luiz Alexandre Souza Ventura, Especial para o Estado

28 de abril de 2016 | 11h57

SANTOS - A navegação no canal do estuário do Porto de Santos, no litoral sul de São Paulo, está interrompida há mais de 24 horas por causa da altura da maré, segundo a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp). Não há previsão para liberação. A entrada e a saída de navios cargueiros foram paralisadas às 7 horas desta quarta-feira, 27, após a chegada de uma frente fria que gerou ondas de até 4 metros e rajadas de vento que chegaram a 86 km/h. Neste momento, as ondas atingem 2 metros de altura.

De acordo com a Codesp, as operações de carga e descarga nos terminais funcionam normalmente. No total, 32 embarcações estão atracadas no cais santista e dez aguardam a liberação do estuário para seguir viagem. Na barra, 43 navios estão ancorados e dez esperam liberação para atracar no porto.

Ainda em Santos, na região da Ponta da Praia, onde a ressaca destruiu parte da mureta que separa o mar da Avenida Bartolomeu de Gusmão, a pista permanece interditada em direção ao ferry boat, próximo à Avenida Cel. Joaquim Montenegro (Canal 6). Ainda há água na via e pedaços de concreto estão espalhados.

A travessia de balsas entre Santos e Guarujá funciona normalmente nesta quinta-feira, 28. O serviço ficou interrompido nesta quarta, durante quatro horas, por questões de segurança.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.