Marcha para Jesus aguarda 5 milhões de pessoas e contará com mais de 200 PMs

Evento tem início na estação Tiradentes do Metrô e segue até a praça Heróis da Força Expedicionária Brasileira, em Santana, na zona norte

Solange Spigliatti, da Central de Notícias

03 de junho de 2010 | 09h30

Público. Ano passado, marcha reuniu mais de 1 milhão de pessoas. Agora em 2010 (foto), esse número deve subir para 5 milhões. Foto: Nelson Antoine/AP

 

A Polícia Militar organizou um esquema de segurança envolvendo mais de 200 policiais para a edição deste ano da "Marcha para Jesus", realizada a partir das 10h desta quinta-feira, 3, na zona norte da capital paulista.

 

A saída está marcada a partir da estação Tiradentes do Metrô, e seguirá até a praça Heróis da Força Expedicionária Brasileira, em Santana, na zona norte.

 

Para este ano, são esperadas 5 milhões de pessoas, sendo 50 mil de outros municípios. No ano passado, a marcha reuniu mais de 1 milhão de pessoas, segundo a PM.

 

Veja também:

 

blog Saiba o que está acontecendo no evento pelo Blog do JT

link O que abre e o que fecha em SP no feriado de Corpus Christi

link Rodízio está suspenso quinta e sexta em SP

blog Confira em tempo real a situação do trânsito na cidade e nas estradas

 

Marcha para Jesus atrai fieis na zona norte de São Paulo. Foto: Leonardo Soares/AE

 

No total, 283 policiais militares farão o policiamento ao longo do trajeto. Eles irão utilizar 24 viaturas da Força Tática e 16 motos das Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (Rocam).

 

Os policiais fazem, também, um trabalho de orientação, recomendando aos pais que coloquem cartões de identificação nas crianças, com nome do responsável, endereço e telefone, para facilitar a localização.

 

Bloqueios

 

Para a viabilização do evento, haverá alterações no tráfego nas regiões central e norte da cidade. A partir das 6h de hoje, a pista local da Avenida Tiradentes, entre a Avenida do Estado e o Túnel Tom Jobim, sentido Aeroporto, foi bloqueada.

 

A partir das 9h, a pista expressa da Avenida Tiradentes foi bloqueada para o desenvolvimento da marcha. A partir das 9h30, o trânsito da pista central da Avenida Santos Dumont em direção à Praça Campo de Bagatelle, próximo ao Terminal Armênia, será desviado para a Marginal do Tietê, sentido Rodovia Ayrton Senna.

 

Das 10h às 14h, o terminal Armênia será desativado, e as linhas de ônibus serão desviadas para a Ponte Vila Guilherme, seguindo pela Avenida Bom Jardim, ruas Araguaia, Canindé, Olarias, Pedro Vicente e Avenida Cruzeiro do Sul; Das 9h30 às 15h, será bloqueado também o trecho da Avenida Olavo Fontoura entre a Praça Campo de Bagatelle e a Rua Professor Milton Rodrigues.

 

São esperadas 50 mil pessoas de outros municípios do País. Foto: Leonardo Soares/AE

 

Alternativas de tráfego

 

O tráfego, no sentido sul, será desviado para a Avenida Braz Leme, seguindo em direção à região central da cidade pelas avenidas Rudge, Rio Branco e Rótula Central, dando continuidade para a região Sul pelas avenidas Abraão Ribeiro e Pacaembu.

 

Os veículos que têm como destino a região norte devem seguir pela pista local do eixo até a Avenida Tiradentes, Rua Pedro Vicente e Avenida Cruzeiro do Sul.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.