Marcha da Maconha será realizada neste sábado na Paulista

Primeira manifestação pela legalização da maconha após STF liberar marchas

Priscila Trindade, estadão.com.br

28 de junho de 2011 | 13h14

SÃO PAULO - O Coletivo Marcha da Maconha de São Paulo realizará uma manifestação neste sábado, 2, na Avenida Paulista, no centro da cidade, pedindo mudanças na Lei de Drogas. Antes, a manifestação era proibida sob alegação de apologia ao crime.

 

Essa será a primeira manifestação pela legalização da maconha depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) liberou, no dia 15 de junho, a realização de marchas no Brasil. O grupo irá se reunir às 14 horas no vão livre do Masp. Segundo a organização da marcha, cerca de 5 mil pessoas devem comparecer ao evento.

 

A Marcha da Maconha defende a regulamentação do plantio, distribuição e uso de Cannabis e que haja leis regulamentadoras das atividades relacionadas ao cultivo e ao comércio de maconha. Além disso, a Marcha defende que a pesquisa com Cannabis para fins medicinais seja permitida.

 

No último dia 21 de maio, integrantes do Coletivo Marcha da Maconha participaram da Marcha pela Liberdade de Expressão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.