Kevin David|Futura Press
Kevin David|Futura Press

Marcha da Maconha ocupa faixa da Avenida Paulista

Manifestação pede mudanças nas leis para liberação do consumo da droga; Polícia Militar acompanha o protesto à distância

Bruno Ribeiro, O Estado de S. Paulo

14 Maio 2016 | 17h18

Com gritos de "legaliza" e batucadas, manifestantes que pedem mudanças nas leis para liberação do consumo de maconha fazem marcha na tarde deste sábado, 14, na Avenida Paulista, em São Paulo.

O evento ocorre quase sem a presença da Polícia Militar, que se posicionou atrás do Parque Trianon e acompanha o protesto à distância. A marcha estava marcada há mais de dois meses. 

O número de manifestantes não foi confirmado nem por organizadores nem por policiais militares. O total de pessoas reunidas é suficiente para ocupar toda a pista sentido Consolação da Avenida, a partir do Masp, onde a marcha começou, até o prédio do Conjunto Nacional. 

Os manifestantes devem descer a Rua Augusta e seguir até a Praça Roosevelt. Pelas redes sociais, prometeram um "maconhaço" pelo caminho. 

Mais conteúdo sobre:
Avenida Paulista Maconha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.